sexta-feira, 1 de agosto de 2014

MUSA

Peço desculpa por te incomodar,
E invadir tua privacidade
Dizer-te o que sinto e falar
Do que é a nossa realidade.
Conheço os teus medos,
Mas não sei teus segredos
Embora do que sinto, gosto
E será que no que aposto
Vou ter o que merecer?
És, sim, minha musa,
Meu desejo, mulher confusa:
Um sonho, talvez, em maré vazia,
Mas quem sabe, um dia...
Embarcarei em teus navios
Mar afora para sentir
O doce sabor e os arrepios
De um amor para parir.
CA

2 comentários:

  1. Todas as mulheres são musas de alguém, tantas vezes em segredos calados e sofridos. A Nadia se-lo-a de por ventura também e nem desconfia. Quem sabe?

    ResponderExcluir