terça-feira, 16 de junho de 2015

REFORMA

Eis uma notícia muito importante para mim, para a minha vida e que partilho:
 
Não, não me apaixonei de novo, apesar de que, desde há um ano a esta parte, muita coisa tenha mudado dentro de mim.
 
Hoje, apesar de sozinho, não sinto a solidão de outros tempos. Aliás, estou sozinho por opção, não por carência ou falta do que quer que seja.
 
Hoje sinto-me até bastante (bem) acompanhado por pessoas de quem gosto e também um homem muito feliz. porque tenho tudo o que preciso.

Quanto ao meu novo estatuto, sim, é verdade, estou REFORMADO desde o dia 11 de Junho de 2015 e a única coisa que posso lamentar é que tive de trabalhar 50 anos para receber uma reforma de três dígitos, enquanto qualquer deputadozinho recebe por duas legislaturas na assembleia uma reforma choruda sem ter justificado rigorosamente nada. É o país que temos. 
 
Portanto, aquele foi o primeiro dia do resto da minha vida (boa).
CA