quarta-feira, 25 de junho de 2014

AMAR


Alguém escreveu que basta tirar algumas letras para mudar o sabor AMARGO

Então se é assim:


Eu quero que a vida AMARGA seja doce

e que o AMARGO que sinto AMARE de vez

num cais de esperança que é o AMOR

e do qual me afasto em estertor.


Quero AMAR, sem a amargura AMARGA...

deste viver sem doçura, 


quero viver no sorriso que transmite uma criança,


quero AMAR a aliança que perdi 


no dia AMARGO em que te foste e morri.


CA


2 comentários:

  1. Que lindo! Gosto desses trocadilhos! Ficou muito bom! abração,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, amiga. Sempre bem-vinda.

    ResponderExcluir