quinta-feira, 12 de abril de 2012

Yannick Djaló o injustiçado


Yannick Djaló o injustiçado
 Pergunta: Viram o último jogo do dérbi da capital? E viram tudo? E de que assunto mais se falou, escreveu, comentou e publicou?

Resposta: Do penalti que não foi marcado a favor do Benfica, logo no primeiro minuto e que, de facto, aconteceu, que toda a gente viu, incluindo o árbitro e que não foi marcado!

Análise: Obviamente!
Explicação: Sim, porque “o árbitro viu e se não marcou foi porque não quis, não foi porque não viu”, parafraseando esse ilustre e grande treinador que é Jorge Jesus, nomeadamente, de outro lance, de outro jogo e do qual também tem razão.

Meandros: Mas não estou aqui para defender o Benfica, nem o seu treinador, nem para culpar ninguém do que quer que seja, a não ser os adeptos do Sporting…
Pergunta: Os adeptos do Sporting? Porquê? O que é que isso tem a ver?

Resposta: Porque foram muito injustos, durante o jogo, mas para com o nosso querido e ex-leão Yannick Djaló…

Análise: É verdade, se repararem bem, o Djalózinho não merecia aquele constante coro de assobios! Aliás ele só não jogou menos porque se sentiu injustiçado pelos antigos adeptos… (???)

Meandros: Então vejamos; vi o jogo, pela televisão num café (isto está mal e não dá para ter Sportv em casa) e apesar da confusão fui capaz de reparar num pequeno detalhe, de algo que aconteceu e que terá passado despercebido à maioria daqueles que, como eu, viram esse grande jogo Sporting Benfica.

Sugestão: Pensem lá um bocadinho, bem vistas as coisas, tentem rever os lances duvidosos, as faltas, o(s) critério(s) do árbitro, as táticas, os jogadores, os treinadores, o público fantástico, a inexistência  de “jaulas”, olhando para todas as incidências da partida… só há uma coisa que ninguém referiu que nos leva a uma questão:

Pergunta: o que é que aconteceu que terá escapado a muita gente, nas notícias, nos destaques, nas imagens televisivas, na qualidade do jogo, no espectáculo?

Resposta: O detalhe!

Explicação: O detalhe. E é por isso que é de real importância que eu faça aqui a minha grande homenagem, como adepto fervoroso do Sporting, sócio há 39 anos, para com esse grande ex-jogador do nosso Sporting e que se chama Yannick Djaló… (???)

Pergunta: Já é tempo de pôr a nu a resposta (e, infelizmente, depois de muita pesquisa não consegui obter essa imagem que ilustra este momento, o tal pequeno detalhe), que foi: alguém reparou no momento em que o Yannick entrou no jogo?

Resposta: Pois é, o nosso querido Yannick assoou-se duas vezes à camisola do Benfica, como querendo dizer-nos, indirectamente, “sportinguistas, estou convosco; esta camisola só serve para isto, para me assoar a ela… hehehe!!!

Conclusão: o Yannick não mereceu aqueles assobios.

PS: Para os benfiquistas digo que estou a especular e a brincar com o significado daquele gesto, mas lá que ele se assoou, assoou. Se alguém conseguir as imagens… faça a sua análise e tire as conclusões... eu fiz a minha!


Carlos alberto 12-04-2012.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário