terça-feira, 17 de abril de 2012

Escorpião, mas não apenas...


Escorpião, mas não apenas…


Hoje venho aqui só para deixar uma curiosidade que muito me apraz registar e que de certa forma explica um pouco quem sou e porque sou como sou. Afinal tudo tem uma razão de ser.
Aqueles que me conhecem acham que sou uma pessoa muito romântica e apaixonada, extremamente sensível e fogosa. Muito mulherengo e de certa forma galanteador pelo estilo de sedução que me caracteriza, perante as mulheres, dizem que sou um perigo. Ok, só bocas e muita inveja...
Descobri agora que afinal todas estas características que me apontam (e me acusam) se explicam não apenas porque sou de um signo muito quente e que vive intensamente as relações - que se manifestam com fulgor muita plenitude e vontade - mas porque nasci em 1953, imagine-se esta, no mesmo ano que a revista

e que por sinal, teve como figura de capa nada mais, nada menos, que esse símbolo mítico de mulher de incontornável de beleza, mistério e sedução que foi Marilyn Monroe.
Assim se explica, portanto, que é daqui que vem esta minha apetência para uma vida sexual muito activa (isto antes da andropausa, claro) e para as mulheres bonitas.

Face a estes pressupostos, declino a partir de agora quaisquer responsabilidades a mim atribuídas e prova-se que não tive culpa directa no assunto e trata-se apenas de uma questão congénita ao qual fui totalmente alheio. Entendido agora?
PS: O meu pai é que será certamente responsável… e, em última instância, a minha mãe, que se deixou ir na conversa dele.

Carlos Alberto 16-04-2012

Nota: este artigo não teve (infelizmente) o patrocínio da  
 mas tem todo o meu apoio

Nenhum comentário:

Postar um comentário