terça-feira, 18 de março de 2014

ENERGIAS

Esta podia se a página do Meu Diário de hoje.


"As palavras cruzam-se no infinito do seu paralelismo e colidem numa luz que as desperta na razão da energia que transportam. É o inexplicável no presente físico explicável. Dirão uns: acaso, destino; outros, obrigação, sentido da vida. E cada um parte seguindo o seu caminho sem perceber bem o porquê. Atraídos ou não, escolhidos ou não. Razões indefinidas pelo tempo que as descobre e envolve numa manta de retalhos que somos cada um de nós.
 
Não há cansaços, não há angústia, apenas uma direcção para seguir e partilhar na esperança de que chegaremos ao fim incólumes. Uma jornada de virtudes, com medos e receios que se vão ultrapassando em cada dia da viagem. E que nos espera lá à frente?
Paramos, observamos, avaliamos: absorvemos o que nos rodeia e inalamos os odores que se espalham. Serão verdades? Serão mentiras? Que futuro? Perguntas com respostas já dadas ontem, no passado. Mas não as conhecemos intrinsecamente. Experimentamos ouvi-las nos ecos que nos chegam e desafiamo-las, ou não. Valerá a pena?
É a busca da felicidade que está em causa, afinal. É isso e só isso que nos move, que procuramos nas palavras, nas sensações. Mas o que haverá para além da força que exala de mim? Que energias me puxam para seguir este caminho e não aqueloutro? Sei, não sei.
Mas eu vou. Vou sempre atrás daquilo que me apaixona. Mesmo o desconhecido e quanto mais desconhecido melhor. É o fascínio da descoberta do que é novo.
E caio. E caio outra vez. Levanto-me, tento erguer-me da catacumba, mas já só consigo cambalear. Tropeço em tudo. A vida terá sentido, mas mal distingo os sorrisos. É isso que busco, o caminho da felicidade que talvez só exista nesse infinito longínquo onde o paralelismo das palavras se encontra. Nesse instante, provavelmente, talvez a energia que carrego faça acender uma luz que iluminará minhas trevas. Sim, hei-de chegar lá, a esse interruptor."   
 Carlos Alberto

PS: O texto seguinte foi o resultado de um documento que li e que uma colega me deu sobre "REIKI" e cuja palavra significa:
 Rei: Universal. Representa a sabedoria que vem de Deus, ou do Cosmos, a essência Divina, Sabedoria Universal.
Ki: Representa a força vital cuja energia está presente em todos os seres vivos, ou seja é a força da vida.
 

 

6 comentários:

  1. Que texto lindo! E todos podemos atingir o interruptor pra acender nossa energia! Gosto do Reiki...abração,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é verdade, e quero ligar esse interruptor. Sou é ainda muito pequeno e não chego ainda la.

      Excluir
  2. "Mas eu vou. Vou sempre atrás daquilo que me apaixona."
    Não desista Carlos.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É esse o meu primeiro objectivo Maria do Sol, nunca desistir, acreditar sempre.

      Excluir
  3. Maninho tens que apressar o passo! Com estes problemas todos com os fornecedores de energia ( REN, EDP, ENDESA, ETC. Ainda acabamos todos às escuras e os interruptores não serão mais que coisas obsoletas e sem qualquer utilidade....Beijinhos.

    ResponderExcluir
  4. Terás razão em termos absolutos. Só que se o nosso problema fossem só as energias "físicas" estaríamos todos bem porque somos seres facilmente adaptáveis. O problema é que não há "distribuidor" para certas energias de que precisamos e que nos fazem falta. :D

    ResponderExcluir